BEM VINDO AO REDE D'OR SÃO LUIZ

Fale Conosco

O que você procura

E-Saúde


22/03/2017 - Zika: metabolismo das células-tronco e outras descobertas


 

 

Mais de 500 proteínas e genes de células neurais são alterados pelo vírus da Zika (ZIKV). Publicada no periódico Scientific Reports1, a descoberta feita pelos cientistas do Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) mostra como a infecção altera o metabolismo das células-tronco. Além disso, abre caminho para entender os mecanismos que levam à morte dos neurônios em fetos durante a gestação em mulheres infectadas pelo flavivírus.

As alterações identificadas em células ainda vivas ocorreram em proteínas ligadas a mecanismos de correção de modificações genéticas. Tais alterações podem trazer pistas para formas de incrementar a proteção dos neurônios em formação, evitando a morte celular. No começo do ano, outro estudo realizado no IDOR, em colaboração com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), testou o uso de medicamento contra hepatite C para proteção das células tronco neurais, com resultados animadores2 .

 

Pesquisas como essas coroam um período de grandes descobertas sobre Zika e suas consequências para a saúde, resultado da colaboração entre cientistas do IDOR e centros de pesquisa públicos. Em 2016, o IDOR contribui para a confirmação científica da relação entre a infecção do ZIKV no sistema nervoso e malformações em fetos3 .  Também no ano passado, cientistas do instituto descreveram as malformações ligadas à infecção, que vão muito além da própria microcefalia4.

 

"Foi um ano muito marcante em termos de geração de conhecimento, e isso é consequência da comunidade científica que tem a capacidade de responder rápido a questões de emergência de saúde pública", destaca Stevens Rehen, diretor de pesquisa do IDOR e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O cientista destaca ainda que o Brasil foi, no último ano, o segundo país que mais publicou sobre ZIKV, atrás apenas dos Estados Unidos.

 

Segundo Rehen, o próximo passo é continuar a busca por medicamentos que tenham potencial de evitar replicação do vírus ou as consequências dessa infecção para o desenvolvimento do cérebro, além de aprofundar os estudos mais globais sobre a ação do ZIKV e o processo de infecção. "Ainda há muito o que se descobrir sobre a biologia desses vírus e suas consequências no sistema nervoso", afirma.

 

As pesquisas do IDOR estão voltadas ainda para o mapeamento de alterações moleculares que estejam associadas à infecção por ZIKV em bebês e fetos que não apresentam malformações ou características anatômicas evidentes.

 

Referências

 

1 GARCEZ, Patrícia P. et al. Zika virus disrupts molecular fingerprinting of human neurospheres. Scientific Reports, [s.l.], v. 7, p.1-10, 23 jan. 2017. Springer Nature. http://dx.doi.org/10.1038/srep40780. Disponível em: <http://www.nature.com/articles/srep40780>. Acesso em: 20 fev. 2017.

 

2 SACRAMENTO, Carolina Q. et al. The clinically approved antiviral drug sofosbuvir inhibits Zika virus replication. Scientific Reports, [s.l.], v. 7, p.1-11, 18 jan. 2017. Springer Nature. http://dx.doi.org/10.1038/srep40920. Disponível em: <http://www.nature.com/articles/srep40920>. Acesso em: 20 fev. 2017.

 

3 GARCEZ,Patrícia P. et al. Zika virus impairs growth in human neurospheres and brain organoids. Science, [s.l.], v. 352, n. 6287, p.816-818, 10 abr. 2016. American Association for the Advancement of Science (AAAS). http://dx.doi.org/10.1126/science.aaf6116. Disponível em: <http://science.sciencemag.org/content/early/2016/04/08/science.aaf6116/tab-pdf>. Acesso em: 20 fev. 2017.

 

4 OLIVEIRA-SZEJNFELD, Patricia Soares de et al. Congenital Brain Abnormalities and Zika Virus: What the Radiologist Can Expect to See Prenatally and Postnatally. Radiology, [s.l.], v. 281, n. 1, p.203-218, out. 2016. Radiological Society of North America (RSNA). http://dx.doi.org/10.1148/radiol.2016161584. Disponível em: <http://pubs.rsna.org/doi/full/10.1148/radiol.2016161584>. Acesso em: 5 fev. 2017.